Com nome de craque, Pedro Rocha se destaca no Grêmio de Porto Alegre

Jogador iniciou carreira no Juventus-SP e se destacou na base tricolor

Um garoto tímido, mas de riso fácil, começa a ganhar espaço no time do Grêmio após as saídas de Marcelo Moreno e Barcos. Aos 20 anos, Pedro Rocha se destacou pela velocidade e também pelo gol contra o Passo Fundo e deve seguir como titular de Felipão contra o Juventude, segunda-feira, na Arena.

"Os garotos que estão no Grêmio não estão à toa", diz Pedro Rocha

Nascido em Vila Velha, no Espírito Santo, Pedro iniciou sua carreira em São Paulo. Começou a jogar no Juventus aos 17 anos, após ser reprovado em testes no Palmeiras. Chegou ao clube da Rua Javari no final de 2011, em uma parceria com o Diadema, que detinha seus direitos econômicos e o cedeu por empréstimo.
Não demorou muito, chamou a atenção do técnico Celinho Spadotti, 60 anos, que comandava a equipe de juniores na época. Alguns anos antes, Spadotti trabalhou na base do Juventude e ajudou a revelar nomes como Alex Telles, Ramiro e Bressan, que mais tarde brilhariam com a camisa do Grêmio. Durante os jogos, inclusive, Spadotti utilizava um velho boné do garoto, em uma espécie de ritual para dar sorte.
— O Juventus tinha uma regra disciplinar que proibia o uso de bonés. Então, sempre que chegava na portaria, o Pedro deixava o dele comigo. Passei a usá-lo nas partidas, e sempre que ele fazia gols, comemorava apontando para a cabeça — relembra Spadotti.
Foi na Rua Javari que Pedro Rocha aprimorou sua velocidade e técnica. Desde aquela época, já mostrava versatilidade. Atuou como centroavante, uma espécie de falso 9, e também como atacante pelo lado do campo. Antes, só chutava bem com o pé direito. A partir dos treinos com Spadotti, virou ambidestro.
— Ele tem uma ótima arrancada, quando sai na frente é difícil ser alcançado — conta o técnico.
O garoto ganhou projeção após marcar 18 gols no Paulista de juniores em 2012. Na Copa São Paulo daquele ano, balançou as redes seis vezes. E despertou a atenção do Grêmio nas oitavas de final, quando o time gaúcho eliminou o Juventus. 
No ano seguinte, Pedro desembarcou em Porto Alegre. Seu primeiro técnico no Grêmio foi André Jardine, que o treinou na categoria sub-20. Quando chegou, sentiu a pressão por estar em um grande clube. Mas logo mostrou a que veio. 
— Contra o Lajeadense, pelas quartas de final do Gauchão de juniores, vencemos por 4 a 0 e ele marcou duas vezes. Um deles foi um golaço, ele driblou metade do time e entrou com bola e tudo. Para o Pedro, aquele jogo foi um divisor de águas — lembra Jardine.
Ano passado, Pedro foi um dos principais nomes do Grêmio no Brasileirão sub-20. E se credenciou a participar da pré-temporada com o grupo de Felipão. Após as saídas de Moreno e Barcos, recebeu na quarta-feira sua grande chance como titular contra o Passo Fundo. E não decepcionou. Caberá ao garoto manter o alto nível para conquistar de vez a confiança do chefe.(colaboração site ZH, foto divulgação)

Comentários

  1. JUVENTUS, revelou, tratou deu abrigo, almoço janta, projetou, e quanto entrou para o JUVENTUS ?????? naaaada, com a palavra a Comissão Fiscal

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente já é realidade. Um grande escritor dizia que, no seu tempo, os idiotas chegavam devagar e ficavam quietos no cantinho. O que vemos hoje é que os idiotas perderam a modéstia e passam por cima de tudo. E é logico, temos que ter a tolerância e compreensão também com os idiotas, que são exatamente aqueles que fazem e desfazem para o esquecimento. “Não há mal que tanto dure e nem bem que tanto perdure”.

    ResponderExcluir
  3. como o site não aborda mais assuntos ligados a atual Gestão do clube, que insiste em permanecer a qualquer custo no poder sem prestar contas ou qualquer coisa do tipo, faz com que todos os leitores que via nesse canal de comunicação um forte aliado as mudanças que se fazem necessárias, levar a um questionamento, era realmente interesse em mudanças, pressão para assumir um posto no conselho ou foram feitos conchavos com o Rodolfo e turminha para parar de cobrar e ter alguns benefícios. Realmente esta difícil acreditar em alguém ou grupos realmente interessados em fazer o Juventus voltar a ser grande e sem se beneficiar dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentira, não tem conchavo nenhum com o Rodolfo, a nossa turma não se vende por pizza, macarrão e ingressos para show, somos poucos mas temos vergonha na cara, e você ao invés de ficar falando inverdades, nos procure, sala do conselho se você tem coragem e determinação para enfrentar a maquina da executiva. aguardamos, e como você não vai aparecer, tenha uma boa noite.

      Excluir
    2. Com a mais absoluta certeza esse é uma dos comentários mais idiotas que eu li até hoje nesse Blog, esse cara deve ser da tchurma do vale coxinha, ou das festanças , a troco de voto nos dinossauros

      Excluir
  4. Nós, do Conselho brincamos de aconselhar e os gestores do Clube brincam de administrar. Não podemos dizer que dessa água nunca beberemos.

    http://esportes.terra.com.br/parana/por-dividas-trabalhistas-parana-perde-estadio-em-leilao,27fe2a0023959a95a42f61f52af442a80xsoRCRD.html

    E, estamos próximos.

    ResponderExcluir
  5. Mais um membro dessa diretoria pirata, foi eliminado do Conselho Deliberativo por quebra de decoro ( próprio deles ) trata-se de Dorival Barbosa ¨vulgo Indio ¨que desdenhou e debochou da Comissão de Sindicancia , pensando igual ao seu chefe que estava acima de tudo e de todos, e foi eliminado pela grande maioria dos Conselheiros, devagar o Juventus vai tomando o caminho da honradez e honestidade, o caminho é arduo, mas venceremos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.