Tudo como dantes no Quartel de Abrantes

Para dar título a este artigo lembrei-me de antigo dito popular segundo o qual não há novidades e tudo continua igualzinho ao passado. Diz-se do que permanece na mesma, sem alteração. A frase tem origem em Portugal no tempo da primeira invasão francesa (1806) quando o general francês Junnot instalou seu quartel em Abrantes.

Enquanto isso, nada se fazia para se opor às forças do general francês. Ninguém lhe ousara resistir. D. João VI, que era o Regente, não tomava medidas para evitar o avanço do general para Lisboa. Daí quando alguém perguntava como estava a situação, a resposta era: “tudo como dantes no Quartel de Abrantes”

Oportunidade perdida

Passamos por uma oportunidade grande de tirar essa gestão "nefasta" (no sentido de mau agoro, nociva), por meio de eleição, na qual por falta de habilidade e inteligência da oposição, ao se dividirem, permitiram que a "situação" levassem o pleito com a minoria ou seja menos dos 50% dos votos.

Agora, depois que o Ex Presidente do Conselho amarelou e deixou o cargo por não aguentar a pressão, por tantos erros cometidos, a bola ficou na mão do Itamar Capano, que diz que vai tentar por ordem na casa mas precisamos ficar atentos, por que querer não é poder.

Na última conversa que tive com Capano nesta semana, senti da parte dele que esta muito sozinho nessa caminhada, terá dificuldade de exigir da Diretoria Executiva, que ao menos cumpra o Regulamento, aliás de qual Estatuto estamos mesmo falando?

Cobrei dele a relação da Diretoria dos Departamentos e o mesmo me respondeu com um ar de incerteza, que solicitou ao Presidente e o mesmo disse que vai entregar, mas não sabe quando, pois o Estatuto parece não estipular prazo, segundo ele.

Quanto as outras solicitações, disse que vai fazer as cobranças na próxima reunião em inicio de Julho, mas não senti firmeza nele, assim como não sinto firmeza em ninguém do Conselho.

Não é pelos R$ 0,20

Pessoal, me refiro à aqueles que realmente são Juventinos, não aos que querem uma carteirinha de couro plastificado e participar "de grátis" com a patroa de um bate coxa e uma pasta fria no salão Nobre, aliás nobre foi na época do Ferreira Pinto, hoje é um salão velho e ultrapassado sem a menor manutenção.

Quero dizer que somente uma manifestação tipo a do "passe livre", claro que guardadas as devidas proporções, poderia fazer justiça e passar o Juventus a LIMPO. 

Não da mais para ver um grupelho se apossar do Clube e ninguém TOMAR UMA ATITUDE, vocês estão assistindo ao desmoronamento do Juventus e NÃO ESTÃO FAZENDO NADA.

Gestão com credibilidade

O Juventus só sairá dessa situação com a participação de parcerias de alto nível, com um Marketing profissional e com gestores com Curriculo de porte, com formação em gestão administrativa.
Amador não tem mais lugar em um clube desse porte.

Temos que ter um representante na Diretoria com credibilidade no MERCADO, com trânsito livre junto as autoridades, enfim, tudo que nós não temos. Nem vou falar da administração "tupiniquim" que é feita no coitado do departamento de futebol profissional, na base então, sem comentários.

Então, as vezes quando não vai no AMOR, tem que ir na DOR, o que quero dizer com isso? Gente, essa diretoria já rasgou e vai rasgar qualquer estatuto que venha pela frente, não respeitam normas e prazos, se utilizam de articulações jurídicas para conquistarem o direito de se perpetuarem no poder, portanto, fica uma luta muito desigual. 

É TODO MUNDO JUNTO!

A oposição não consegue impetrar uma liminar, não consegue exigir que respeitem o Estatuto, não conseguem sequer saber que Estatuto que esta em vigor, então é uma luta do Exército do Paraguai contra o Exercito Americano.

Agora tem uma situação que pode fazer este jogo mudar, a primeira coisa é ter vontade, vamos nos juntar, È TODO MUNDO JUNTO, se dirijam a  sede do Clube e exijam a renúncia desta diretoria.

Grandes comandantes foram depostos pela vontade do povo, então tirar uma diretoria de um clube será fácil, basta TER VONTADE!

Se não fizerem isso,   Tudo como dantes no Quartel de Abrantes!

Comentários

  1. Concordo, de primeiro basta começar a desprezar todos que estão servindo e colaborando com essa administração, diretores sem expressão devem ser ignorados, o ambiente tem de ser de total desprezo a esses senhores, deixem que fiquem isolados no castelo de cartas, literalmente a poder em associações, clubes sem carisma e relacionamentos baseados na amizade e convivência, na carteirada o desprezo o isolamento, afinal quanto tempo aguentaram, aguardo ansioso a lista de diretores, que vai colocar seu nome a serviço deste grupo, queremos conhecer os coxinhas do presidente.

    ResponderExcluir
  2. Fábio : Pegue as atas do conselho do período da gestão do Rodolfo e relacione quais os conselheiros que fizeram alguma manifestação. Por aí você vai compreender que tipo de conselheiros nós temos. No mínimo 90 % completamente omissos. Como é que se pode fazer mudanças ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem disso, temos um Conselho omisso, mas temos que acreditar que uma hora as coisas podem mudar, o que faço é alertar sempre, para ver se algo acontece.

      Excluir
  3. Já passou da hora dessa diretoria executiva responder pelos seus atos inconsequentes, porém até agora nada aconteceu.... algumas pessoas se manifestam através desse blog que os conselheiros são omissos e nada fazem pelo nosso CAJ... pois bem leitores desse blog a hora chegou, eu garanto que a partir de agora a batata vai assar.... tem alguns que vão precisar trabalhar depois dos 50 anos....

    ResponderExcluir
  4. eu duvido que se faça alguma coisa contra essa diretoria e seus pares

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.