Quando nos acostumamos com a mediocridade......

Quando fiz sete anos de idade (1969), meu saudoso pai, Ronaldo Pucci, foi convidado pelo eterno Presidente do Juventus, Dr. José Ferreira Pinto Filho, para assumir o cargo de Diretor de Futebol Profissional e isso durou até 2008, na gestão do Armando Raucci.
Foram 39 anos acompanhando meu pai e portanto o Juventus, por todos os estádios da capital e do interior.
Ví de tudo, assisti grandes jogos, acompanhei o inicio de carreira de muita gente talentosa que vestiram a camisa grená, estava na Javari, quando o Candinho foi contratado para iniciar sua carreira vitoriosa de treinador e vi também grandes vitórias contra times grandes e alguns títulos como o Paulistinha, Taça de Prata entre outros. Acompanhei também as excursões vitoriosas do Juventus no exterior ( meu pai era chefe da delegação na Asia e Europa), enfim vivi momentos inesquecíveis que fizeram essa camisa ter peso nos dias de hoje.
Lamentavelmente, depois do falecimento do Zé Ferreira, tudo no Juventus entrou em queda livre, tanto a sede social como principalmente o Futebol.
A minha revolta com certeza é diferente da insatisfação dos jovens torcedores do Juventus dos dias de hoje, pois eles não viram, não viveram os momentos de sucesso do time que foi apelidado de Moleque Travesso, por que sempre disputou a primeira divisão e enfrentou os chamados grandes de igual para igual.
Hoje, pra quem viveu esses grandes momentos na década de 70 e 80, não consegue gostar por exemplo de ver o Juventus tão medíocre, como nos dias atuais. Lí alguns comentários sobre por exemplo, o jogo de ontem, contra uma equipe quase de várzea, torcedores satisfeitos com a atuação do time e isso me causa uma verdadeira indignação, por que antigamente, times como o Joseense por exemplo, não passavam nem perto da Javari, hoje entram em campo e nem respeitam mais o Ex Moleque Travesso.


Até entendo que esses jovens torcedores aceitem ver o Juventus nessa situação e se confortem com isso, mas quem viveu o Juventus de glória, fica revoltado de assistir tanta mediocridade, principalmente depois de acompanhar de perto a gestão do Ferreira Pinto, ver tanta incompetência nas gestões posteriores, como principalmente na gestão atual.
Eu quero o meu Juventus de volta, mas sei que nunca mais vou ter!.
  

Comentários

  1. Meu caro Pucci , acho que você continua enganado , eu fui um dos que fui ao Templo ontem e fiz os comentários que você infelizmente não divulgou .Somente para seu conhecimento , sim eu sou um jovem torcedor que tem apenas 54 anos e que tem a ciência que o time não é como nos idos em vosso pai participava na diretoria . Apenas temos que dar tempo ao Celinho e ao time de demonstrar sua capacidade . Comentários para desestabilizar a jovem torcida e o time são inúteis .O importante que a jovem torcida continua acreditando e dando o apoio necessário .

    ResponderExcluir
  2. Pucci, hoje qual a sua contribuíção e a sua sugestão para tirar o juventus de onde está.??

    Jair

    ResponderExcluir
  3. A minha contribuição é grande, ao escrever nesse Blog, ME EXPONDO mas não deixando as coisas escondidas.Tentando alertar a todos os juventinos que essas ultimas administrações vão levar o Juventus pro fundo do poço.
    Minha sugestão jamais seria ouvida por que as pessoas por mais incapazes que sejam não vão abrir mão do poder, portanto tenho ciencia que o Juventus não tem solução, esta nas maos dos jogadores de carta e dos Sauneiros...E dessa forma, não tem jeito. Lamentavel

    ResponderExcluir
  4. Fábio, você está muito enganado com relação ao futuro do Juventus. Mais alguns meses e esses craques do carteado e frequentadores da sauna serão extirpados do meio em que “vivíamos”.
    Hoje, voce deve fazer o “mea culpa” e nas suas rezas pedir ao seu saudoso pai que peça ao Zé para não puxar suas pernas a noite. Sua contribuição através das criticas sem fundamentos e mentirosas em muito colaborou para pô-los no poder em 2012. Sabe como agiriam os chineses neste caso?

    ResponderExcluir
  5. Senhor Pucci,voce parece um milico conselheiro que temos no clube ,que de boca fechada é um poeta , até hoje não enten di os seus comentário , as vezes você puza o saco do Rauci , as vezes o critica, a situação atual começa pela incompetência dele , enquanto estiver no poder esse grupo que afundou o clube durantes os últimos 10 (dez) anos , isso vai continuar afundando.FÓRA COM ESSA CORJA DE INCOMEPTENTES É ISSO QUE QUEREMOS E DEPOIS TUDO VAI MELHORAR.

    ResponderExcluir
  6. Vamos falar de futebol?

    Gostei muito do Cartore, não apenas pelo gol anotado, mas pela sua movimentação e tentativa de criação das jogadas no meio de campo. Na lateral esquerda o Pavone demonstrou ser um jogador promissor. No ataque o Fernandinho buscou sempre as jogadas. No mais, vamos aguardar as próximas partidas.
    Quem acompanhou os jogos da série B sabem muito bem que essa estréia nos deixam um pouco mais otimistas.

    Abraços,
    Leandro

    ResponderExcluir
  7. Vamos falar de futebol?

    Gostei muito do Cartore, não apenas pelo gol anotado, mas pela sua movimentação e tentativa de criação das jogadas no meio de campo. Na lateral esquerda o Pavone demonstrou ser um jogador promissor. No ataque o Fernandinho buscou sempre as jogadas. No mais, vamos aguardar as próximas partidas.
    Quem acompanhou os jogos da série B sabem muito bem que essa estréia nos deixam um pouco mais otimistas.

    Abraços,
    Leandro

    ResponderExcluir
  8. Esse blog publicou em dezembro/2011 a seguinte promessa do Sr. Rodolfo Cetertick, que havia sido eleito presidente : “Queremos trabalhar para engrandecer o Juventus. Melhorando o que já existe e crescendo ainda mais o patrimônio. Também vamos buscar mais sócios. Outros projetos são a reforma do salão de festa e a ampliação do estacionamento, além de uma ideia que estamos estudando, para a construção de um hotel na sede do clube, em parceria com uma grande rede hoteleira. Com o hotel também esperamos construir salas de cinema, teatro e um restaurante”, comentou Cetertick"
    Qual dessa metas ele cumpriu ? Absolutamente nenhuma !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.