BLOG MOLEQUE entrevista Cesar Pappiani

     Foto dos Campeões da TAÇA DE PRATA - 1983


Entrevista com CESAR PAPPIANI

Nome: Cesar Pappiani
Idade: 53 anos -
Nascido em: 04/09/1959

 

1-      Em que time começou a ser jogador de futebol?

CP - Iniciei a minha carreira bem jovem no Clube Atlético Juventus.

 

2-      Por quais clubes passou ?

CP - Ao todo, foram oito clubes: Juventus, Atlético Mineiro, Mogi Mirim, Taubaté, Noroeste, XV de Jaú, Grêmio Maringá e Blumenau Esporte Clube. Também atuei pela Seleção Paulista Sub-20 e Seleção Brasileira Sub-20, durante o sul-americano da categoria em 1978.

 

3-      Conquistou títulos?  Em quais clubes ?

CP - A minha principal conquista foi a Taça de Prata de 1983, pelo Clube Atlético Juventus.

 

4-      Qual clube deixou mais saudades?  Por que?

CP - Sem sombra de dúvidas, o Juventus. Porque foi onde iniciei a minha carreira, conquistei títulos, joguei por mais de 8 anos e onde vivi os melhores momentos como jogador de futebol.

 

5-      Uma partida inesquecível?

CP - Ao longo da minha carreira, muitos jogos marcaram muito e não saem da minha memória. No entanto, tenho um sentimento especial pelo confronto contra o Joinville, válido pela semifinal da Taça de Prata de 1983, no qual fiz o gol da vitória que levou o time para a final do torneio.

 
6-      O melhor time titular do Juventus que você jogou:

CP - O time campeão da Taça de Prata (1983) e a equipe de 1978, que tinha a seguinte formação titular: Armando, Arnaldo, Deodoro, Cedenir e Bizi; Tião, Luciano e Cesar; Ataliba, Geraldão e Wilsinho.
 

7-      José Ferreira Pinto foi o melhor Presidente de Clube por onde você passou?

CP - Sim, ele foi um grande presidente! Contribuiu muito para que o Juventus conquistasse os principais resultados de sua história. Também gostaria de citar o presidente do Blumenau Esporte Clube, que sempre me apoiou e me deu a oportunidade de encerrar a minha carreira nesta cidade maravilhosa!

 

8-      CONTE alguma história engraçada da sua época do Juventus

CP - Nossa, vivenciei muitos momentos engraçados. Uma dessas passagens marcantes ocorreu na minha primeira entrevista para uma emissora de televisão. Na ocasião, o repórter realizou uma entrevista comigo e com o Ataliba, que era gago. Acabamos pagando o maior mico! O Ataliba estava com dificuldades de desenvolver as suas respostas e isso foi me deixando ainda mais nervoso. No final, praticamente não houve entrevista. Imagino que o repórter voltou para a redação sem a matéria. Rs.
 

  9-Alguma injustiça na sua carreira ?

CP - Não. Eu só guardo as boas lembranças da minha carreira. O futebol me ensinou muitas coisas e, sem dúvida alguma, me tornou uma pessoa realizada e feliz!

 
10-Alguma mágoa em relação ao Juventus ?

CP - Não. Minhas maiores alegrias, como profissional, ocorreram no Juventus. A única ressalva foi o fato de o Juventus ter recebido propostas de outros grandes clubes da época e não ter concretizado o negócio, que poderia ser vantajoso para ambos.

11-O que você não faria de novo ?

CP -  Hoje em dia, analisando friamente, vejo que evitaria qualquer discussão com o treinador. Acho que perdi muito com isso. Eu me tornei treinador aqui em Blumenau e sei o quão difícil é a profissão. Como em toda empresa, seja na área pública ou privada, deve existir uma hierarquia e o jogador, por mais que não concorde, precisa respeitar e confiar na determinação do técnico.

 12- Torce para que time?

CP - Desde pequeno, sempre tive um carinho especial pelo São Paulo. Entretanto, outros dois clubes ocupam um lugar especial no meu coração. O primeiro é o Juventus, que me deu a oportunidade de ser jogador de futebol e onde vivi os melhores momentos da minha carreira. Também gostaria de citar o Clube Atlético Metropolitano (CAM), aqui de Blumenau (SC), onde atualmente me dedico a um projeto muito interessante com as categorias de base. Fui treinador da equipe várias vezes, inclusive no ano passado, quando disputamos a Série D e alcançamos as oitavas de final deste torneio. O Metropolitano é um time jovem, com apenas 11 anos de vida. Atuei como treinador nas 3 melhores campanhas do clube no Campeonato Catarinense, sendo que uma delas nos credenciou a participar da Série C do Brasileiro de 2008, momento de maior projeção do time em âmbito nacional.

13-Como vê a situação do Juventus jogando os últimos 3 anos na série A3 e somente agora na A2?

CP - Por estar em Santa Catarina, procuro sempre acompanhar as notícias do Moleque Travesso através do Blog, jornais e amigos de São Paulo. Tenho certeza que, pela força e tradição do Juventus, o clube irá retornar para a elite do futebol paulista em um curto espaço de tempo.

 
14-Há quanto tempo você não visita a Rua Javari?

CP - No ano passado, estive em São Paulo e não poderia deixar de ir até a Mooca. Fui até a Rua Javari para assistir o jogo do Juventus contra o Marília. Aproveitei a ocasião para comprar algumas camisas do Moleque Travesso para amigos e familiares. O vendedor da loja, quando ficou sabendo quem eu era, me presenteou com uma camiseta maravilhosa, que tinha a foto do time campeão da Taça de Prata estampada nas costas. Foi emocionante!

 
15- QUAIS SÃO SEUS OBJETIVOS PROFISSIONAIS EM 2013?

CP - Atualmente, sou consultor técnico do Clube Atlético Metropolitano. Estou focado num projeto do time voltado às categorias de base. Queremos melhorar as condições dos nossos jovens para que, num futuro próximo, possam ser bem aproveitados na equipe profissional. Ainda pretendo dar continuidade à minha carreira como treinador. Estar dentro de campo é o que me deixa ainda mais feliz e realizado!

 

16-Achou justa a convocação do Felipão para a Seleção Brasileira ?

CP - Olha, ele era um dos meus favoritos para o cargo. Não há como negar que o Felipão é um treinador fantástico! O seu currículo diz tudo. Títulos memoráveis, como a Copa do Mundo de 2002, demonstram toda a sua capacidade como técnico. Vejo que, atualmente, existem outros treinadores no país também com condições de dirigir a seleção. O Abel Braga há tempos vem realizando ótimos trabalhos. O Tite venceu tudo nos últimos anos. Não podemos nos esquecer também do Muricy, que venceu quatro campeonatos brasileiros e uma Libertadores com o Santos. Vou torcer muito para que ele nos traga o hexacampeonato mundial em 2014.

 

 

Comentários

  1. Bonita entrevista com um de nossos ídolos, Fábio vamos fazer uma campanha junto ao Conselho para retirar a estátua do gasolina, aquilo é pior que sapo enterrado, vamos colocar a estátua do Pando que foi violentamente agredido pelo gasolina naquele jogo de 1959

    ResponderExcluir
  2. Ops! Tem sapo nessa foto. E Já naquele tempo, eim. Mas o Zé era muito forte, pena que êle não estava lá quando tiram a foto.

    ResponderExcluir
  3. Entrevista muito bacana! Como é bom reviver o passado tão vitorioso do Juventus! O Cesar foi um dos grandes jogadores de nossa história... Típico camiseta 10! Acho que o Blog, ao relembrar os grandes ídolos do passado, ganha ainda mais credibilidade! Inclusive, acho que a diretoria poderia fazer uma homenagem aos 30anos da Taça de Prata!

    ResponderExcluir
  4. Entrevista muito bacana! Como é bom reviver o passado tão vitorioso do Juventus! O Cesar foi um dos grandes jogadores de nossa história... Típico camiseta 10! Acho que o Blog, ao relembrar os grandes ídolos do passado, ganha ainda mais credibilidade! Inclusive, acho que a diretoria poderia fazer uma homenagem aos 30anos da Taça de Prata!

    ResponderExcluir
  5. é nojento como até mesmo em uma postagem de uma entrevista de um ídolo do passado a tchurminha de sempre entra no rolo e mistura politica em tudo.

    PORCO GAMBÁ GALINHA E BICHAARADAAAAAA VÃO TER QUE AGUENTAR VER O JUVE NA PRIMEIRAAAAAAAA AAAA AAAAAA

    ResponderExcluir
  6. ta no site da FPF que a Javari foi interditada

    ResponderExcluir
  7. A desgraça quando vem, vem mesmo. Além da Javari interditada, também os salões de festas estão interditados.

    ResponderExcluir
  8. Meu que bom relembrar os bons tempos. Cesar era muito habilidoso, meio franzino, mas autentico canhota camisa 10, a maioria dos gols do time saiam dos pés dele. Entrevista ficou bem legal !! Paulo Vinhedo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários ofensivos não serão publicados.